Muitas crenças ou tradições são simplesmente incompreensíveis, de forma que são capazes de intrigar muitas pessoas até os dias de hoje.

Algumas delas, por incrível que pareça, ainda são amplamente acreditadas ou possuem fragmentos de seus vestígios no inconsciente popular. Veja a seguir quais são as dez tradições e crenças mais bizarras que já existiram:

crencas-ou-tradicoes-mais-estranhas-que-voce-ja-viu-2
10. Mulheres induzem ao pecado

Algumas culturas e religiões afirmam que o pecado foi induzido através da mulher na sociedade. Com isso, durante a idade média, as mulheres eram completamente subordinadas aos seus maridos.

Acreditava-se que até mesmo em navios ter uma mulher à bordo dava azar. Então, as mulheres tornavam-se produto de compra e venda no mercado. Caso o marido morresse, os bens eram passados para outro homem da família e eles podiam vender ou leiloar as mulheres. A venda esposa era regular durante os séculos 18 e 19.

crencas-ou-tradicoes-mais-estranhas-que-voce-ja-viu-3

9. Iluminação imediata

Muitas religiões ou pessoas, cuja integridade mental é comprometida por algum distúrbio, acreditam serem seres iluminados ou mestres que vieram salvar a humanidade. Existe uma religião chamada Poderes Cósmicos de Luz que é um movimento de “Pessoas do Universo”, em tcheco se escreve “Vesmírní lidé sil svetla”, que devota seu tempo em comunicação telepática com os alienígenas.  Acredita-se que Ivo A. Benda, seu fundador e outros membros tenham contato físico e telepático com essas civilizações que operam com naves espaciais lideradas por Ashtar Sheran.

crencas-ou-tradicoes-mais-estranhas-que-voce-ja-viu-4

8. Auto flagelo

Algumas pessoas e doutrinas acreditam que é possível ser uma pessoa melhor torturando seus corpos, como auto mutilando-se com açoites e outras torturas, ou ainda privando o corpo de necessidades básicas, como comida, atividade sexual  e o descanso.

7. Canibalismo

Algumas tribos indígenas brasileiras, mesoamericanas e hindus possuíam o ritual de comer mortos crus. Acredita-se que pode-se capturar o espírito do morto ou ganhar mais virilidade caso isso seja realizado. Simplesmente nojento!

crencas-ou-tradicoes-mais-estranhas-que-voce-ja-viu-5

6. Culpar outras entidades

No passado o mito era utilizado como forma de explicar determinados fenômenos da natureza, os quais não temos controle sobre. Com o advento da ciência, abandonamos os mitos para essa explicação mais precisa, porém várias culturas e religiões atribuem a seres externos, entidades visíveis ou invisíveis, os resultados não só de fenômenos como também os resultados das escolhas produzidas pelo ser humano. Acredita-se que há uma forma de livrar-se do problema e obter perdão de outras divindades consideradas boas atribuindo a culpa de algo às outras ruins.

 5. Mortos vivos

Algumas recentes descobertas no Vaticano apontam uma tradição dos antigos romanos: Trata-se de um ritual em que eles colocavam comida, água e mel para os mortos a fim de não só agradecê-los como também zelar pelo seu bem-estar. Já os Torajan, um grupo étnico do sul Sulawesi, na Indonésia, tem um costume peculiar: eles demoram muitos meses para que a família de uma pessoa morta possa fazer um funeral, ao passo que o corpo é envolto por um manto e mantido com a família até que o evento seja possível ser realizado.

crencas-ou-tradicoes-mais-estranhas-que-voce-ja-viu-6

4. Raça pura

Algumas religiões defendem serem povos escolhidos ou terem raças puras. Segundo essas pessoas seu Deus as preferem em relação aos outros.

3. Deus é um ser humano gigante

Muitas doutrinas pensam num homem barbado sentado num trono que, como a assistir Big Brother ou jogar The Sims, controla a vida da sociedade. Segundo essas igrejas muito se deve fazer para agradar a este Deus, ao passo que em seu menor deslize, ele por amor te mandará a um inferno.

crencas-ou-tradicoes-mais-estranhas-que-voce-ja-viu-7

2. Sacrifícios

Milhares de ideologias defendiam o sacrifício em rituais, a fim de oferecerem a um deus ou entidade um corpo de um animal, ser humano ou outras oferendas. A palavra “sacrifício” vem de “sacro”, que significa “sagrado”, e “ofício” que significa “trabalho”. O entendimento de sacrifício, no entanto, estaria mais relacionado a um trabalho sagrado que possamos fazer para o mundo, a partir do que temos de melhor a oferecer, do que a uma matança em série. Acreditar que entidades “superiores” precisam de mortes é assustador!

crencas-ou-tradicoes-mais-estranhas-que-voce-ja-viu-8

1.Jediismo

A Igreja Jedi é uma religião cujas crenças foram baseadas somente no filme Star Wars. Seus membros acreditam que há uma força poderosa que une todas as coisas no universo. A religião Jedi acredita que nosso senso de moral é inato e que devemos ouvir a nossa voz interior.

Se bem que, comparado com as outras religiões, até que o Jediismo faz sentido não é mesmo?

Comentários

CONTINUAR LENDO