Dubai é a cidade mais famosa e importante no Oriente Médio, e os xeiques árabes não poupam petrodólares na construção de infra-estrutura e turismo.

Todos os anos milhares de turistas visitam Dubai. E a cidade certamente merece uma visita. No entanto, você gostaria de viver lá?

Este lugar à primeira vista parece um conto de fadas árabe. Mas olhando para ele de dentro podes ficar horrorizado.

Veja agora os fatos mais desagradáveis ​​sobre Dubai e que nao deixam os xeiques muito orgulhos:

1. O dia de trabalho do imigrante comum em Dubai dura até 14 horas

Se você acha que se sentará em uma cadeira confortável durante 8 horas por dia em Dubai você só pode estar sonhando.

Os trabalhadores estão trabalhando incansavelmente sob um calor infernal que chega a 48 graus durante 14 horas por dia. Para se ter uma ideia, os turistas são aconselhados a não ficar no sol por mais de 5 minutos.

Oficialmente as leis locais falam em 8 horas de trabalho. Mas o país tem muitos ilegais dispostos a trabalhar por horas extras.

2. A proibição de beijar em lugares públicos

Apesar do fato de que a cidade seja popular entre os turistas, se você for pra lá com seu amor, tens que segurar os seus sentimentos e não mostrá-los em público. Por se uma violação local.

3. A prostituição crescente nos Emirados Árabes Unidos

Os Estados islâmicos têm tradicionalmente intolerância ao álcool, as drogas e ao sexo. As meninas podem facilmente ser punidas se suas roupas não forem adequadas. Mas isso só se vê durante o dia.

Ao anoitecer, as regras estão mudando. A profissão mais antiga do mundo é muito popular em Dubai. A estimativa mais conservadora é que existam cerca de 30 mil prostitutas em Dubai. E elas estão prontas para fornecer os seus serviços por US $ 500 a hora. Parece bastante caro, mas para as taxas locais é bastante aceitável.

Esse grande negócio está incentivando essa corrupção, e a polícia fechar os olhos para ela.

4. O abastecimento de água é limitado

Não é nenhum segredo que Dubai está localizado no deserto. A ideia de água não deve ser prioridade pode lá. Longe disso, os árabes não sentem a falta de água. Eles ainda gastam uma enorme quantidade dela regando gramados em campos de golfe.

5. As reservas de petróleo acabarão em breve

Dubai foi construída sobre as receitas provenientes da venda de petróleo. E nada dura para sempre.

Nos Emirados Árabes Unidos, não há praticamente nenhuma produção. Isso significa que o país é quase inteiramente dependente dos recursos naturais. Quando eles acabarem, o governo poderá entrar em colapso.

6. Racismo árabe

A sociedade ocidental promove a liberdade humana e a tolerância. No entanto, o racismo está florescendo em Dubai.

E a origem no emprego é o principal critério para a seleção. Os árabes são os mais dignos de e receber o maiores salários. E os americanos e europeus também. Mas os africanos e asiáticos trabalham por salários que são 2-3 vezes menor do que aqueles que são oferecidos aos trabalhadores dos países ocidentais.

7. Escravidão do trabalho

Bela fora e podre por dentro. Esta é a verdadeira Dubai.

Pessoas da Índia, China, Paquistão e outros países vêm aqui em busca de uma vida melhor. Como resultado, os empregadores os forçam a trabalhar em excesso, além de terem seus documentos tomados e receberem péssimos salários.

8. Rápida e Mortal

Dubai é conhecida pelo fato de que ela está cheia de supercarros caros de todas as partes do mundo. Até a polícia usa em sua frota carros como a Lamborghini e o Bugatti.

No entanto, este paraíso se transforma em um inferno para o motorista comum. Por que existem muitos motoristas imprudentes nas estradas de Dubai. Eles são os líderes no mundo no número de acidentes de carro.

9. Aquele que tem mais direitos

Quando um rico viola a lei, ele sempre pode comprar sua liberdade. Já os pobres, são punidos por qualquer erro.

Se não há dinheiro para pagar a multa ou o pagamento de impostos ponto final, é hora de ir para a cadeia. Para os empregados de empresas multinacionais se toma a mesma atitude. Se a empresa quebra, toda a sua propriedade é apreendida e tudo pertencerá aos trabalhadores.

10. Não há liberdade de expressão

Dubai, um lugar onde você não pode expressar livremente seus pensamentos. Você rapidamente será silenciado atrás das grades. A polícia nunca dorme. A crítica ao governo é estritamente proibida.

É claro que os imigrantes não concordam com essa situação. Mas tem que ficar em silêncio. Se você abrir a boca, será preso ou deportado.

O ditador

Mohammed bin Rashid Al Maktoum, o emir de Dubai, o primeiro-ministro e vice-presidente dos Emirados Árabes Unidos.

Este homem quase sozinho decide o destino de todo o país e controla todos os negócios.

Ele supervisionou o local de construção do edifício mais alto do mundo o Burj Khalifa.

O ditador é responsável por todas essas leis cruéis e rígidas que restringem a liberdade das pessoas comuns. Quem se atreve a contradizê-lo, se arrepende imediatamente. Ele não tolera a dissidência.

Dubai é uma cidade de contrastes. A majestosa e rica cidade do Oriente Médio, brilha por fora mas é muito escura em seu interior.

Apesar de tudo, não tenha medo de incluí-la em sua lista de cidades para visitar. Afinal, ela foi criada para o turismo. No entanto, para viver aqui, não sendo um cidadão árabe, não será nada fácil.

Gostou? Compartilhe:

Fonte: [Ofigenno]

Comentários

CONTINUAR LENDO