Você sabia que alguns dos planetas de nosso Sistema Solar, em especial Urano e Netuno, estão chamando muito a atenção dos astrônomos?

Tudo isso ocorre principalmente pelas composições químicas destes locais absurdamente frios e, diga-se de passagem, também financeiras. Por isso os pesquisadores da Nasa desejam enviar missões a Netuno para explorar a chamada “chuva de diamantes”. Você consegue imaginar como esse fenômeno seja?

Se formando na atmosfera ultra-densa do planeta, há uma grande pressão exercida sobre os átomos de carbono, que se reagem e conseguem se transformar não só em diamantes, porém em nuvens e chuvas de diamantes.

O único empecilho ainda é o fato de que Netuno está localizado a 4 bilhões de quilômetros da Terra e isso dificulta a chegada dos astrônomos e pesquisadores no local. De acordo com especialistas, demoraria 30 anos para chegar ao planeta e por isso várias técnicas ainda são estudadas com o intuito de resolver este problema.

Em Netuno e em Urano o ar é tão denso que chove diamante e alguns estudos também apontam que a superfícies desses planetas sejam repletas deles em todas as formas, inclusive líquidas. Você já imaginou o interesse da sociedade capitalista em toneladas de diamantes trazidas de outro planeta?  Certamente qualquer um gostaria de ter um pedaço dessa riqueza não é mesmo?

Os pesquisadores planejam construir uma vela de 250 mil metros quadrados, que teria um mecanismo exclusivo capaz de atingir uma velocidade extrema e assim chegar em “apenas” três anos.  Mesmo que tudo permaneça ainda nos planos humanos, todos nós gostaríamos de testemunhas a curiosa chuva de diamantes de Urano e Netuno.

Comentários

CONTINUAR LENDO