Alguns afirmam que o conflito global está mais próximo do que nunca. Tensões entre os EUA, Rússia, China e Coréia do Norte continuam a crescer, com cada poder se recusando a recuar.

Kim Jong-un já realizou testes semanais de lançamentos de mísseis, criando relações cada vez mais tensas. Seriam esses sinais possíveis preparos para uma Guerra Mundial 3?

A Terceira Guerra Mundial poderia acontecer?

A Coreia do Norte realizou dois testes nucleares e 24 testes de mísseis balísticos em 2016, desafiando seis resoluções do Conselho de Segurança da ONU que proibiam qualquer teste. Realizou também vários testes de mísseis adicionais em 2017 – incluindo um que falhou quando o míssil explodiu logo após o lançamento.

Mas o país não mostrou sinais de desaceleração, advertindo que está pronto para “guerra completa”. Até advertiu que seria “muito fácil” bombardear o Japão – e que qualquer um que apoia seus detratores também estaria na linha de fogo.

O estado eremita ameaçou que “uma guerra nuclear poderia acontecer a qualquer momento”, mas a maioria dos especialistas acredita que um ataque não seria iniciado, pois não sobreviveria a uma vingança por parte dos EUA.

Kim Jong-un até apelidou os líderes dos Estados Unidos de “uma série de ratos que se escondem no escuro” em meio a reivindicações que a CIA fez para destruí-lo.

O país ameaçou os EUA com uma guerra nuclear “em escala completa” e afirma que a superpotência está com medo dos mísseis de Kim Jong-un.

O presidente Trump reforçou a implantação americana na região, enviando os navios USS Ronald Reagan e o USS Nimitz para o Mar do Japão.

Ele também despachou o USS Carl Vinson, alimentado por reatores nucleares, transportando quase 100 aeronaves e acompanhado por contra torpedos, um cruzeiro e um submarino.

A Rússia, juntamente com a China, disse ter enviado um navio de espionagem para a área para afastar a força-tarefa em meio a crescentes tensões na região.

Havia um momento em que parecia que as perspectivas de guerra da Rússia e da China haviam desaparecido com o fim da Guerra Fria. Mas relações tensas entre as principais potências militares do mundo significam que o surgimento de outro conflito global pode estar mais próximo do que nunca.

Kim Jong-un rindo após testes de lançamentos de mísseis.

Como seria se a Terceira Guerra Mundial começasse?

O envolvimento da Rússia e da América na guerra na Síria criou uma situação em que os aviões das duas nações voam perigosamente nas regiões de bombardeio.

Em junho Putin ameaçou destruir todos os jatos do Reino Unido e dos EUA no oeste da Síria como vingança por um Fighter da Marinha dos EUA ter derrubado um avião sírio.

Se a Terceira Guerra começar, parece que os russos poderiam ter algo a ver com isso. Mas é mais provável que, se isso acontecesse, seria provocado a centenas de quilômetros de distância da Síria.

Um especialista afirmou que a Letônia será “Local Zero” – o país onde o próximo conflito global começará.

O professor Paul D. Miller da Universidade de Defesa Nacional em Washington DC – que previu a invasão da Crimeia e o conflito da Ucrânia – disse que o estado do Báltico é o próximo alvo da Rússia.

Mas Putin não usará tropas convencionais. Em vez disso, ele irá recriar o que aconteceu na Ucrânia e estimular o patriotismo dos russos étnicos no país.

“Putin vai instigar uma ambígua crise militarizada usando proxies negáveis, provavelmente nos próximos dois anos”, afirmou.

Um avião russo chegou a apenas cinco metros de um avião de reconhecimento dos EUA no Báltico em junho, segundo os relatórios, com um oficial citado dizendo que o SU-27 era “provocativo”, “inseguro” e voando “de modo errado”.

Um míssil é conduzido na frente de Kim Jong-un durante um desfile militar em Pyongyang

E quem ganharia a guerra?

É impossível dizer quem ganharia com certeza, mas os EUA têm o melhor arsenal. É o único país em posse de jatos de combate de quinta geração – 187 jatos F-22 e um F-35 que ainda não saiu da fase de testes.

Um jato F35

A Rússia está desenvolvendo um fighter furtivo e a China está trabalhando em quatro.

Em termos de submarinos, a Marinha dos EUA tem 14 submarinos de mísseis balísticos com 280 mísseis nucleares combinados.

Fonte: The Sun

Que tal contribuir com um ponto? 😉

-23 pontos
Upvote Downvote

Total votes: 169

Upvotes: 73

Upvotes percentage: 43.195266%

Downvotes: 96

Downvotes percentage: 56.804734%

Comentários

CONTINUAR LENDO