Os cientistas têm quase 90% de certeza de que existem câmaras secretas escondidas no túmulo de Tutancâmon, na cidade de Luxor, no Egito. As autoridades egípcias cogitaram essa possibilidade e desvendar este mistério pode ser a chave para outros que os historiadores tanto buscam: a cripta secreta em que estaria enterrada a rainha Nefertiti.

Conforme diz o ministro de Antiguidades Egípcias, Mamud al Damati, há a necessidade de procedimentos invasivos para o acesso à sala secreta e isso só será possível após análises minuciosas, a fim de não danificar o patrimônio histórico. Um especialista em radares, Hirokatsu Watanabe, também foi convocado para essa difícil missão.

“Há outras vias em que podemos chegar: podemos tentar entrar por fora ou pelas câmaras laterais, mas jamais se tocará na câmara funerária de Tutancâmon”, ressaltou o chefe do departamento de Antiguidades de Luxor, Mustafa Waziri, a fim de preservar a integridade histórica e a memória dos faraós.

A busca pela rainha na tumba de Tutancâmon se iniciou a partir de um artigo do arqueólogo britânico Nicholas Reeves que em seu estudo observou alguns detalhes das paredes da sepultura do faraó, percebendo que elas poderiam abrigar duas câmaras secretas aparentemente fechadas e camufladas. Uma dessas tumbas  guardaria a múmia de Nefertiti, que viveu entre 1380 a.C e 1345 a.C, cujo corpo jamais foi encontrado.

 Reeves viajou até o Vale dos Reis, em Luxor, para participar de inspeções que pudessem especular onde estaria a rainha, a fim de que fosse encontrada. Assim sendo, várias ranhuras previstas por ele em seu estudo foram encontradas e há um grande número de evidências que apontam para o local. Ainda segundo Damati, outras duas mulheres egípcias poderiam estar enterradas ali:a rainha Meritaton, a mulher de Aquenaton, ou Kiya, mãe de Tutancâmon.

Os radares foram autorizados pelo governo local para que nenhum dano fosse causado ao legado histórico dos egípcios. Toda cautela é necessária já que essa pode ser a maior descoberta do século.

[Veja]

Comentários

CONTINUAR LENDO