Todos nós já tivemos medo em algum momento da vida. E essa emoção visa nos autopreservar, mas o excesso desse medo pode paralisa uma pessoa e depois vim a se transformar em uma doença que pode afetar milhões. O nome dela: Fobia.

“Fobia é um medo patológico que pode ser fantasioso ou traumático. Ela aumenta gradativamente e tem um forte impacto na vida de uma pessoa, que passa a sentir medo com uma constância na vida dela”, revelou Rita Calegari, psicóloga da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

De acordo com a psicóloga toda fobia pode ser tratada, mas é preciso uma avaliação médica para reconhecer o grau do problema.

Para entender melhor sobre as diferentes fobias, confira algumas que mais atingem as pessoas. Confira:

1. Monofobia

A monofobia é um medo intenso de ficar sozinho e pode atingir não somente as pessoas, como também os animais. Indivíduos que sofrem com essa fobia são incapazes de fazer muitas tarefas simples, como ir ao banheiro sozinha.

2. Glossofobia

A glossofobia é o medo de falar em público, podendo fazer com que alguém seja incapaz de falar nessas situações. Quem sofre com esse problema sente alguns sintomas bem comuns como boca seca, suor, tremedeira e palpitações.

3. Acrofobia

O medo irracional de altura é uma das fobias mais comuns, podendo causar ataques de pânico e impactar negativamente a vida de uma pessoa. Alguém que está muito exposto a situações onde a altura está envolvida, como aeromoças e pilotos, pode ocorrer um agravamento na fobia”, revelou a psicóloga.

4. Demofobia

Essa fobia é o medo obsessivo de multidões e pode estar relacionada a Agorafobia, o medo e desejo de evitar situações em que pode ser submetido a humilhação.

5. Gamofobia

A Gamofobia é o medo do compromisso, e para quem não gosta de manter relacionamento essa pode ser uma ótima desculpa, mas não se engane pois ela pode prejudicar muito a vida de uma pessoa. Essa fobia pode ser causada por uma experiência negativa no passado, levando ao sofrimento e o medo de entrar em um novo compromisso.

6. Aicmofobia

Ninguém gosta de tomar injeção ou tirar sangue, mas só de pensar em sentir a agulha entrando na pele, algumas pessoas já começam a sentir palpitações. Aicmofobia é o medo de seringas, agulhas e injeções, e existem pessoas que deixam de ir ao médico por conta desse pavor.

7. Somnifobia

Você sabia que existem pessoas que sofrem com a somnifobia, que é o extremo medo de dormir, que está relacionado ao medo do desconhecido.

8. Antropofobia

A antropofobia é o medo de pessoas, sejam elas amigos ou parentes. Por esse motivo, quem sofre com essa fobia acaba desenvolvendo um comportamento antissocial e temem o contato com pessoas independentemente da situação.

9. Cacorrafiofobia

A cacorrafiofobia é o medo do fracasso, e quem sofre com esse problema tende a não confiar nas suas capacidades. “Quem sofre com esse problema está tão preocupado com o fracasso que acaba deixando o sucesso comprometido”, relatou Rita.

10. Entomofobia

Uma das fobias mais comuns é o medo de insetos, que está associada ao nojo e aversão a insetos. Para acabar com esse medo é necessário que a pessoa esteja disposta a enfrentar algumas dificuldades, como lidar de perto com um inseto.

Fonte: [MinhaVida]

Comentários

CONTINUAR LENDO