Em 1938, a mãe mais nova na história médica deu à luz à seu primeiro bebê, um filho, denominado como Gerardo. A jovem mãe, Lina Medina, era apenas uma criança – ela tinha apenas 5 anos de idade. Parece impossível, mas é verdade. Os pais da jovem trouxeram sua filha ao hospital local em Pisco, no Peru, com graves preocupações… Eles acreditavam que ela estava sofrendo de um tumor enorme no estômago.

Publicidade

Ela tinha apenas cinco anos, sete meses e 12 dias de idade

Os médicos confirmaram que a gravidez de Lina foi possível porque ela nasceu com uma condição rara conhecida como “puberdade precoce”. Segundo os médicos, a condição é causada pela evolução antecipada dos hormônios sexuais que fizeram com que Lina tivesse o seu primeiro ciclo menstrual aos 3 anos de idade.

Quando tinha cinco anos, ela já possuía seios totalmente desenvolvidos, alargamento pélvico e maturação óssea avançada.

Quem está por trás da gravidez da mãe mais jovem do mundo?

Como ela era muito jovem, logo surgiram as suspeitas de um possível abuso sexual. Seu pai logo foi preso por suspeita de estupro e incesto, porém, ele foi liberado por falta de provas. Depois disso, logo surgiram muitas especulações a respeito da gravidez da jovem menina. As autoridades chegaram até a suspeitar que ela poderia estar presente em uma das festividades indígenas celebradas nas aldeias andinas, festas nas quais faziam parte da cultura de sua família. Tais celebrações muitas vezes terminavam em orgias onde o estupro não era incomum.

Lina ainda é viva, tem 83 anos de idade e se recusa a dar entrevistas ou falar a respeito sobre a gravidez do seu primeiro filho. Apesar das possíveis complicações e dos riscos envolvendo a saúde da mãe e do filho, ela deu à luz ao filho no dia 14 de maio de 1939. Gerard nasceu de uma cesariana.

Que tal contribuir com um ponto? 😉

59 pontos
Upvote Downvote

Total votes: 91

Upvotes: 75

Upvotes percentage: 82.417582%

Downvotes: 16

Downvotes percentage: 17.582418%

Comentários

CONTINUAR LENDO
Publicidade