Sem dúvida perder um ente querido é algo extremamente trágico, principalmente pelo desaparecimento, onde não sabemos se a pessoa está bem ou não, ou ainda se ela está viva ou morta. A situação piora quando uma mãe tem seus filhos desaparecidos e este clima de tensão extrema aconteceu no dia 24 de dezembro, um dia antes do Natal de 1945, com a família Sodder que vivenciou o desaparecimento de seus 5 filhos.

A família era composta pelos pais e mais 10 filhos, e nesse dia aconteceu um terrível incêndio que se alastrou por toda residência, deixando-a em escombros. Depois do ocorrido, 5 dos filhos desapareceram e a família, desesperada, pensou que eles tinham falecido.

Os irmãos não tinham sido encontrados, nem mesmo seus restos.  As autoridades que investigaram o caso determinaram que o incêndio havia sido provocado em circunstâncias muito estranhas.

Foi descoberto que a linha telefônica havia sido cortada de propósito e a escada móvel que era propriedade da família estava a 75 metros da casa. Além disso, algo bizarro aconteceu: o pai tentou ligar a caminhonete e não conseguiu, na presença das autoridades.

George e Jennie, os pais dos membros desaparecidos, não perderam a esperança e insistiam em procurar os filhos onde quer que estivessem. Entretanto, o casal afirmou ter recebido ameaças de estranhos na rua, sendo deles um imigrante italiano (provavelmente refugiado) que defendia a ideologia de Mussolini. Os homens passavam na frente da casa com frequência e gritavam essas ameaças sem pé nem cabeça.

Alguns vizinhos relataram às autoridades que viram um homem com uma máquina de polias mexendo nos carros e, conforme as investigações se aprofundaram, pessoas afirmaram ter visto imigrantes italianos com 4 das cinco crianças desaparecidas.  Um dos relatos afirmou que um casal os levava e eles não deixavam as crianças falarem nada. Descobriu-se então que eles estavam hospedados próximos a um hotel chamado Charleston.

Ao chegar lá, nada encontraram. A polícia tentou de tudo, porém as autoridades resolveram encerrar o caso e dar os 5 filhos como mortos. Em em 1968 os pais receberam uma fotografia de seus 5 filhos junto a de um homem que assinou como Louis Sodder.

Os Sodder decidiram contratar um detetive particular para tentar descobrir o paradeiro deles, no entanto, ele também desapareceu sem deixar rastro algum. O casal faleceu sem sequer descobrir o paradeiro dos 5 filhos.

Será essa uma prova do poder da máfia italiana?

[Perfeito Guru]

Comentários

CONTINUAR LENDO