Esse é Andy Sandness, e sua história começa em 2006, mais precisamente dois dias antes do natal. Por que quando ele tinha 21 anos e enfrentando uma crise de depressão, ele e um amigo decidiram tirar suas próprias vidas. Sr. Sandness sobreviveu, mas com um rosto quase que totalmente destruído por um tiro de um rifle; mas o seu amigo morreu.

Andy Sandness colocou o rifle sob o queixo e puxou o gatilho. Instantaneamente, ele percebeu que havia cometido um grande erro. E quando a polícia chegou a sua casa, ele implorava: “Por favor, por favor, não me deixe morrer!”

Ele foi levado de sua casa no leste de Wyoming, e tratado em dois hospitais, logo depois foi transferido para a Clínica Mayo em Minsesota nos EUA, onde conheceu o Dr. Samir Mardini, um cirurgião plástico cuja especialidade é a reconstrução facial.

Quando Sandness chegou a clínica de Dr. Mardini, ele não tinha mais o nariz e sua mandíbula. Sua boca estava toda quebrada; Apenas dois dentes permaneceram. Além disso, ele tinha perdido um pouco de sua visão do olho esquerdo.

CRÉDITO: ITN

Inicialmente, Dr. Mardini e sua equipe, a partir de músculos e de pele retirados de seu quadril e perna, conseguiram refazer um pouco de seu rosto. Os ossos da sua face, por outro lado, foram religados com a ajuda de placas de titânio e parafusos.

Depois de quatro meses e oito procedimentos cirúrgicos, ele recebeu alta e pode voltar a sua cidade. Contudo, a sua aparência fez com que seu mundo diminuísse bastante, por que ele evitava contato visual com as pessoas por que não queria assustá-las. E depois de um tempo ele decidiu ir morar nas montanhas, vivendo da caça e da pesca.

Mas em 2012, Sandness recebeu um telefonema de Dr. Mardini, em que lhe dizia que a clínica iria dar início a um programa de transplantes de rosto, algo muito raro em todo o mundo, mas que ele seria um paciente ideal.

Então em 2016, o Sr. Sandness recebeu o telefonema que tanto esperava, o qual lhe dizia que conseguiram um doador para ele.

O doador se chamava Calen “Rudy” Ross e também havia cometido suicídio. Sua devastada viúva de 19 anos, Lilly, estava grávida de oito meses, mas realizou o desejo de seu marido de ser um doador de órgãos. Ela se reuniu com um coordenador da LifeSource, um grupo sem fins lucrativos que ajuda as famílias nas doações de órgãos e tecidos.

O coração, os pulmões, o fígado e os rins de Ross foram doados. E após uma triagem adicional, determinaram que seu rosto seria muito importante para um homem que estava esperando um transplante facial.

“Eu estava muito cética no início”, diz a Sra. Ross. “Eu não queria andar por aí e de repente dar de cara com meu ex-marido.” Mas depois dos médicos conversarem com ela e explicar que ela poderia ficar tranquila porque quem iria receber o rosto de seu falecido marido tinha seus próprios olhos e testa e ela não iria reconhecê-lo como seu ex-marido.

Então em uma noite de junho, toda a equipe médica se reuniu para iniciar uma maratona de 56 horas. Pois demoraram cerca de 24 horas para adquirir o rosto do doador, que envolveu a retirada de ossos, músculos, pele e nervos e quase o mesmo tempo para preparar o Sr. Sandness e reconstruir seu rosto abaixo de seus olhos, levando mais 32 horas.

Fotos: Reprodução / The Telegraph

“Ter um nariz e uma boca é uma bênção”, continuou. “Os olhos são um bônus”.

O Sr. Sandness, agora com 31 anos, saboreia seu anonimato. Recentemente, ele foi assistir um jogo de hóquei do Minnesota Wild, onde ele disse ser “apenas um outro rosto na multidão.”

Assista seu vídeo:

Fonte: [Telegraph]

Comentários

CONTINUAR LENDO