Uma mulher de 33 anos, Barbora Skrlová, foi acometida por uma doença glandular que a deixava com aparência de uma adolescente. Mesmo estudando em uma faculdade, ela usava seu distúrbio para fingir ser adolescente e usufruir de certas vantagens.

mulher-se-passa-por-adolescente-5-6

Desde criança a Barbora tinha um caráter violento  e passou muitos anos fazendo tratamentos psicológicos, chegando até a fugir durante uma de suas internações.  Durante a faculdade ela conheceu duas irmãs religiosas que acreditavam que seriam enviadas de Deus para cumprirem uma missão especial. Ela ficou amiga então de Katerina Mauerova, que morava com a irmã Klara e os filhos, de forma que conseguiu fortalecer tanto sua amizade com as irmãs que foi morar com elas posteriormente.

Juntas as três passaram a frequentar uma religião que acreditava que o homem poderia fazer boas missões na Terra e assim chegar ao paraíso. Porém, durante a convivência com as irmãs, Barbora exibia dupla personalidade: ora se portava como adulta, ora como uma criança.
mulher-se-passa-por-adolescente-5Quando assumia seu lado infantil, ela demonstrava ciúmes da atenção que Klara dava aos seus filhos e pouco a pouco criava situações para culpá-los. As crianças ficaram cada vez piores e relutantes, até que Barbora incentivou que eles fossem colocados em jaulas. Em 2007, Klara, Katerina e Barbora colocaram Ondrej e Jakub dentro da jaula e os alimentava pela grade.

As pobres crianças ficaram sem roupas e não podiam sair dali nem para irem ao banheiro. Tendo em mente que as irmãs também tinham distúrbios psicológicos, as torturas que Barbora impunha aos filhos se tornava cada vez pior: Um dia, Barbora e as irmãs foram até o local onde a jaula estava, e Klara pediu que Ondrej colocasse a perna para fora das grades. Elas cortaram um pedaço da perna do garoto e comeram como ato de canibalismo.

mulher-se-passa-por-adolescente-4

Para controlar ainda mais os pequenos inocentes, Barbora teve a  ideia de instalar uma câmera para filmá-los e gravar suas torturas, porém uma recente família que havia se mudado pro local também tinha instalado câmeras em casa.

A câmera estava interceptando o sinal da casa ao lado e a família acionou a polícia que, quando chegou, se deparou com um deles desmaiado e o local pegajoso, fedendo a urina, fezes e sangue. Barbora conseguiu fugir para a Noruega, onde fingiu ser um garoto de 16 anos chamado Adam. Acreditando em sua triste história, uma família a adotou e ela passou a frequentar a escola novamente.
mulher-se-passa-por-adolescenteA polícia Checa conseguiu localizá-la e exportá-la de volta, onde foi julgada com as irmãs. Hoje em dia elas foram presas e os garotos vivem com os avós maternos.

Comentários

CONTINUAR LENDO