A palavra “kodokushi” (literalmente “morte solitária”) é usado quando uma pessoa morre e ninguém sente a falta. Há um significado mais terrível sobre esse termo. Na verdade ele é a marca que o corpo deixa no processo de decomposição. A terrível marca da morte no lugar onde a pessoa morreu.

O termo vem do Japão, porque é lá que esse fenômeno desagradável tem realmente acontecido de forma desenfreada. Existe até mesmo uma empresa especializada nesses serviços de onde foi encontrado morto e a sua total limpeza.

As estatísticas mostram que entre 1.500 mortes, 300 são por esse fenômeno da “morte solitária”.

Em um caso, a polícia encontrou os corpos de três kodokushi. Todos na família morreram, e seus corpos já estavam lá há alguns meses. Só foram encontrados depois que desligaram o gás e a eletricidade por falta de pagamento.

Na verdade, este é um grave problema social. O primeiro caso de “morte solitária” no Japão foi registrado em 1980. Desde então, a escala é crescente. No ano de 2009 quase 32.000 pessoas morreram dessa forma. Estatísticas mostram que o kodokushi geralmente acontece com pessoas de 65 anos ou mais.

Em 2006, cerca de cinco por cento de todos os funerais no Japão estavam ligados ao kodokushi. No ano de 2008, em Tóquio, foram encontrados mais de 2.000 corpos sem vida em suas casas já há vários meses. A maioria das mortes acontece com homens reclusos. Além disso, há muitos casos entre os idosos. Por que muitos deles vivem sozinhos.

A principal razão para esse terrível fenômeno social, é que os japoneses tendem a trabalhar muito duro, e se importam muito pouco em começar uma família e após a sua aposentadoria, eles são deixados sozinhos, completamente sozinhos. Não mantendo qualquer relação com os amigos ou familiares.

Ficam fechados em seu pequeno mundo a espera da morte sozinhos.

De acordo com os resultados do Censo 2010, 20% dos homens japoneses e 10,6% das mulheres com 50 anos ou mais nunca se casaram. Espera-se que dentro de 15 anos 30% dos homens e 20% de mulheres continuem sem uma família. No futuro, o número de pessoas solteiras só vai crescer. Particularmente entre os homens de meia-idade e idosos.

Quando um idoso morre, ele só é encontrado algumas semanas depois, quando os vizinhos começam a queixar-se do mau cheiro. Alguns acreditam que a causa do fenômeno kodokushi seja por que os japoneses não estão acostumados a pensar na morte. É proibido falar sobre isso no Japão. Assustador não é?

Fonte: [Ofigenno]

Comentários

CONTINUAR LENDO