A maioria das pessoas ficam fascinadas e provavelmente igualmente enojadas quanto se trata de parasitas. E pode ser algo que você só ache que precisa se preocupar caso você saia de férias para algum lugar exótico. No entanto, o aumento da globalização e o transporte de produtos alimentares em todo o mundo significam que todos nós estamos cada vez mais em risco de atrair algo indesejável de nossos alimentos favoritos.

Publicidade

Com isso, fizemos uma lista dos 7 mais terríveis parasitas que podem estar passeando por seus alimentos. Confira:

1 – E. coli

Quando falamos sobre o tipo de E. coli que traz doenças para humanos, geralmente estamos falando sobre a que produz toxinas de Shiga, ou STEC. As cepas do STEC criam uma toxina chamada Shiga que é perigosa para as pessoas. Geralmente, é encontrada na carne bovina pouco cozida. Você não pode vê-la, saboreá-la ou cheirá-la. Mas, se você ingerir, poderá experimentar cólicas no estômago, vômitos, febre e diarreia – muitas vezes com sangue.

Infelizmente, não há medicamentos disponíveis para ajudar a tratar uma infecção por E. coli e nenhuma vacina que possa evitá-la. Mas você pode diminuir o risco cozinhando a carne completamente, até atingir uma temperatura interna de 70°C. Ao preparar a carne, mantenha sua superfície de trabalho limpa, lave as mãos com frequência e não contamine os utensílios de cozinha.

2 – Giardia

Giardia é considerada uma das causas mais comuns de doenças que provêm da água e dos alimentos. Geralmente, é encontrada em água ou alimentos contaminados com fezes de pessoas ou animais já infectados. Quando se trata de alimentos, você pode absorvê-la mais comumente comendo carnes de porco e cordeiro pouco cozidas.

Os sintomas de infecção, ou giardíase, incluem cãibras, gases, diarreia e náuseas. Pode demorar cerca de uma a duas semanas para que os sintomas apareçam, e de duas a seis para que diminuam. Em casos raros, os sintomas podem durar meses ou até mesmo anos.

3 – Tênia

Existem vários tipos de tênia que podem entrar no seu corpo através de alimentos. A maioria das tênias que afetam os seres humanos vem da ingestão de produtos de animais pouco cozidos – particularmente carne de porco e carne bovina – e peixes crus ou pouco cozidos contaminados.

Os sintomas podem ser inexistentes: as pessoas podem viver com uma tênia crescendo dentro delas e não saber por meses ou mesmo anos. Quando infectado, você pode sofrer perda de peso, dor abdominal e irritação no ânus.

4 – Toxoplasma gondii

Há uma razão pela qual você foi ensinado a sempre lavar as mãos depois de mexer em animais. Toxoplasma gondii, um parasita microscópico que causa a doença toxoplasmose, só pode reproduzir dentro de gatos e atingir o resto do mundo através de fezes de gato. Se você tocar um gato infectado ou mexer na caixa de areia sem lavar as mãos depois, você pode facilmente transmitir o parasita aos alimentos ao entrar em contato com eles. Sintomas incluem gripes e o Departamento de Agricultura dos EUA relata que a toxoplasmose é a terceira principal causa de morte por doenças transmitidas por alimentos no mundo.

5 – Ascaris

Ascaris ou lombrigas intestinais geralmente são transmitidas quando as pessoas ingerem ovos do verme. Esses ovos podem acabar chegando em sua comida quando você toca em solos contaminados, ou come frutas e vegetais cultivados nesse solo sem lavá-los primeiro.

Os sintomas geralmente são leves ou inexistentes, mas podem incluir náuseas, vômitos, dor abdominal, tosse e falta de ar. Você pode evitar uma infecção lavando as mãos com frequência, lavando todos os produtos antes de comê-los, e evitando qualquer produto que você suspeite que tenha sido cultivado com fezes humanas como fertilizante.

6 – Cryptosporidium

Protegido por uma concha dura, criptosporidium ou cripto é encontrado em produtos frescos, leite e suco de frutas. Ser infectado com a bactéria pode causar dor de estômago, febre baixa, cólicas e diarreia aquosa. Estes sintomas geralmente aparecem de dois a 10 dias após a ingestão.

Você pode evitar o cripto lavando completamente todos os seus produtos, bebendo leite e sucos pasteurizados e lavando as mãos com frequência ao longo do dia. Se você entrar em contato com as fezes de alguém que transporta o parasita (ao trocar uma fralda, por exemplo), você também pode se infectar.

7 – Vermes de peixes

Existem várias diversos vermes que podem ser encontrados em peixes, como o Opisthorchiidae e o Paragonimus. Esses vermes são mortos durante o processo de cozimento, então sua maior chance de ingeri-lo é comendo peixe cru. Os sintomas variam de acordo com a espécie, e podem demorar meses para aparecer, mas geralmente incluem dificuldade digestiva.

Enquanto você pode ser tentado a tirar o sashimi do seu prato, as chances de infecção são, felizmente, bastante baixas. Isto é especialmente verdadeiro em frutos do mar como o sushi. Ao viajar para fora do país, viajantes são avisados contra o consumo de peixes crus de água doce e pratos onde os métodos de preparação são desconhecidos.

Fonte: Healthline

Que tal contribuir com um ponto? 😉

2 pontos
Upvote Downvote

Total votes: 16

Upvotes: 9

Upvotes percentage: 56.250000%

Downvotes: 7

Downvotes percentage: 43.750000%

Comentários

CONTINUAR LENDO
Publicidade