O diretor executivo da SpaceX, Elon Musk, fez uma revelação impressionante no Congresso Internacional Astronáutico (IAC): seus planos para colonizar Marte.

Essa proposta foi chamada por ele de Sistema de Transporte Interplanetário (ITS) e contará com um foguete gigante tripulado por 100 pessoas, ou seja, o maior foguete já construído na história da humanidade, de acordo com as informações da IFLScience.

Chamado “Mars Vehicle” , o topo da nave terá um grande suporte no topo para transportar e na parte inferior haverá motores de metano responsáveis por colocar o foguete em órbita e depois devolvê-lo com segurança à plataforma de lançamento, na Flórida.

Para chegar até Marte com sucesso, uma nave será lançada com pessoas a bordo, ao mesmo tempo em que outra levará o combustível que será utilizado. Ambas se juntarão e assim a viagem até Marte começará.

Para nos deixar ansiosos, Musk revelou uma possível data de lançamento: o primeiro lançamento ocorrerá daqui 10 anos, em torno de 2026 ou mesmo antes, em 2024. A ideia é que seja possível colonizar Marte e viver lá sem os trajes espaciais.

Musk revelou ainda que a SpaceX estava planejando lançar uma missão não tripulada ao planeta ainda em 2018 durante um alinhamento entre a Terra e Marte. Seu objetivo ambicioso é levar um milhão de pessoas para o planeta, a partir de 10.000 viagens realizadas entre 40 ou 100 anos.

Musk ainda se preocupou com a diversão dos tripulantes, incluindo jogos, restaurantes e outras distrações. Afinal, são cinco meses de viagem até Marte.

O que ainda é um desafio é lidar com os valores (cerca de 10 bilhões de dólares por pessoa), todavia a ideia da empresa é reduzir a viagem ao valor de compra de uma casa – cerca de 200 mil dólares.

O empresário pretende investir seu próprio dinheiro para isso Não há razões para que eu acumule ativos ao invés de fazer uma maior contribuição para ajudar a criar vidas multiplanetárias. As primeiras viagens serão muito perigosas e o risco de mortes será elevado então quem aceitar essa loucura deve de fato estar preparado para morrer”.

Você encararia?

[IFL Science]

Comentários

CONTINUAR LENDO