Os animais lutam para receberem o título “campeão da raça“, e várias pessoas são convidadas para assistirem à competição. Esse tipo de evento também é feito na China, e não existem regras de proteção aos animais.

O Quirguistão é o líder nestes campeonatos e vem ganhando atenção da mídia por conta disso. Os circos aquáticos que usam baleias e golfinhos para acrobacias, também são muito comuns, sendo que ao redor do mundo a prática é proibida.

Essas formas de entretenimento circenses eram bem comuns no antigo bloco soviético, sendo permanentemente proibidas no Ocidente.

Acontece que o uso de animais selvagens como leões e ursos são ainda muito comuns por lá e o local não se preocupa com o bem estar desses animais.

Em 2011, foi divulgado um plano de sacrificar cerca de 10 mil cães pelas autoridades de Bishkek e um clamor internacional foi feito para que o ato fosse impedido.

Fonte: Daily Mail.

Comentários

CONTINUAR LENDO