Star Wars é um filme que encanta o público das mais diferentes idades, seja por sua incrível mensagem a ser transmitida ou apenas pelos efeitos visuais e futurísticos que muito fazem alegoria com conflitos presentes na humanidade, porém em âmbito intergalático.

Seja qual for a motivação que faz você gostar dessa história, algo não podemos negar: que Star Wars ao mesmo tempo possui um lado incrivelmente espiritual e tem muito a transmitir a nós jovens e adultos da contemporaneidade.

star-wars-e-a-espiritualidade

O assunto se estendeu tanto que uma religião chamada “Jedi” foi criada, de modo que é  muito popular no Reino Unido. Mas, você deve estar se perguntando: o que leva uma pessoa a criar uma religião para compreender os ensinamentos de mestre Yoda?

Pois bem! George Lucas, o desenvolvedor da trama, não tirou essa história do zero: após ler o clássico livro “O Poder do Mito”, de Joseph Campbell, e investigar em várias mitologias os maiores temas filosóficos sobre a existência, foi de onde veio a inspiração para Star Wars. O autor  fez o uso da interpretação mitológica da obra para criar interessantes aspectos para o filme. Veja eles quais são:

1 – O significado da Força

star-wars-e-a-espiritualidade-3

A Força faz referência ao “TAO” do Taoísmo, ou seja, o “Todo” que não é nomeado, por fugir à compreensão humana.  Essa força, citada por Yoda, tem a ver com princípios filosóficos e religiosos da China antiga, também conhecidos como energia “chi” ou “ki” na China e Japão, “prana” na Índia, “Mana” na Polinésia e várias outras citações que se referem à nossa energia vital, que põe tudo em movimento.

 “O tamanho não importa. Olhe para mim, julga-me pelo meu tamanho? E não deve mesmo. Minha aliada é a Força, e poderosa aliada ela é. Ela é a energia que nos cerca e nos conecta. Seres luminosos nós somos, não essa matéria rude. Você precisa sentir a Força a sua volta; aqui, entre você, eu, a árvore, a pedra, todos lugares. Sim, até mesmo entre a terra e a nave.”    — Mestre Yoda

2 – O Código Jedi

star-wars-e-a-espiritualidade-2

O Código Jedi faz referência a inúmeras técnicas de iluminação espiritual, que procura reconhecer objetivamente as sensações e dominá-las a partir do equilíbrio. De acordo com o Código Jedi, o uso da força como lei da natureza, não deve ser utilizado para ganho pessoal e sim para o bem da humanidade, para o conhecimento e iluminação. Os Jedis só podem agir quando em perfeito equilíbrio, como diz o código:

    Não há emoção, há paz

    Não há ignorância, há conhecimento

    Não há paixão, há serenidade

    Não há caos, há harmonia

    Não há a morte, há a Força!

3 – Os poderes mentais

star-wars-e-a-espiritualidade-4

Os antigos egípcios tinham centros de autoconhecimento que procuravam desenvolver as potencialidades latentes de um ser humano. Star Wars também se refere a esses poderes, como a Telepatia que permite a comunicação entre os Jedis, a Telecinese, que é a manipulação de objetos com a mente, além da Precognição, que consiste na previsão do futuro, Projeção Astral e Meditação, como fim de potencializar suas habilidades para um contato mais profundo com a Força.

O Mundo e a Dualidade da Matéria

Todo o uso de simbolismos de Star Wars procura revelar que vivemos em um mundo dual, onde torna-se necessário despertarmos a nossa consciência.

Muito similares às religiões e filosofias o conceito de dualidade, como Yin e Yang, Thamas e Rajas dos Hindus, Sombra e Luz, etc., são expostos em toda a obra, mostrando que tudo tem o seu lado negro e que sempre há profundidade entre as duas polaridades do uso da força.star-wars-e-a-espiritualidade-5

Segundo Yoda, e de acordo com a filosofia budista, o caminho do meio seria uma ferramenta de quebrarmos os limites duais da matéria. Yoda faz essa sugestão a Luke Skywalker durante seu treinamento com ele no episódio V:

Luke Skywalker: ‘Como vou diferenciar o bem do mal?’

 Mestre Yoda: ‘Você saberá, quando estiver calmo. Com a mente calma.

Confira o vídeo abaixo em que Yoda revela as chaves que o auxiliaram a se reintegrar com suas próprias sombras e aceita-las conscientemente. Essa saga o fará pensar em muitos pontos sobre sua própria vida e existência:

[Veja mais em: Despertar Coletivo]

Comentários

CONTINUAR LENDO