O ano de 2016 ainda tem muito o que proporcionar. Neste final de ano dois eventos astronômicos poderão ser vistos no céu. E o mais incrível de tudo: ambos terão seus auges no mesmo período de tempo!

Continue lendo e entenda!

Superlua 2016

Muita gente acha que não tem mais como ver uma superlua esse ano. Mas, na verdade, nesse final de ano ainda vai ser possível apreciar mais uma grande lua em nosso céu, se o tempo deixar.

Em 2016, tivemos uma superlua no dia 16 de outubro e outra no dia 14 de novembro. Sendo a do dia 14 a maior superlua desde 1948, ou seja, foi um fato histórico!

Já na virada do dia 13 para 14 de dezembro teremos a última superlua de 2016. E vai demorar mais um pouco pra isso acontecer novamente. A Lua só vai se aproximar de nosso planeta novamente em 4 de dezembro de 2017.

Você pode tentar ver este fenômeno na noite do dia 13, às 22h05 (horário de Brasília). Será possível ver nosso satélite ampliado até a madrugada do dia 14.

Esse tipo de evento ocorre quando a Lua passa mais perto do nosso planeta. Isso acontece quando ela está cheia, por isso podemos perceber ainda mais sua proximidade. Dessa vez, nosso satélite estará a 358 mil quilômetros da Terra.

Chuva de meteoros Geminidas

Cerca de 120 meteoros estarão passeando pelo céu de 12 a 18 de dezembro. Esse é o evento das estrelas cadentes Geminíadas, que acontece todos os anos entre 9 e 19 de dezembro.

E, dessa vez, os dois eventos descritos nesse post terão seu pico no mesmo dia. Entre os dias 13 e 14 de dezembro que será possível ver o maior número de meteoros dessa chuva tão especial.

A chuva de meteoros Geminídas é especial por um simples motivo: quando ela acontece, podemos ter a chance de observar no céu mais de 1 meteoro por minuto.

Você pode observar essa chuva de meteoros com melhor precisão às 2h da madrugada do dia 14. É recomendável aquecer seus olhos uns 30 minutos antes. Para isso basta começar a observar o céu, pois assim sua visão irá se acostumar com o ambiente.

Comentários

CONTINUAR LENDO