extra_large-1473776561-cover-image-1

Já houveram fraudes e estranhos contos publicados em tabloides, mas apenas uma pessoa já foi confirmada como tendo sido atingida por um meteorito na história da humanidade. O nome dela é Ann Hodges.

Sua história começa logo após o meio-dia em 30 de novembro de 1954, quando ela estava tirando uma soneca em seu sofá na cidade de Oak Grove perto de Sylacauga, Alabama. Sem aviso, um meteorito do tamanho de uma laranja caiu através de seu teto, ricocheteou em seu rádio de madeira e atingiu-a em seu quadril. Notavelmente, a única lesão que ela sofreu foi uma contusão de aparência desagradável.

Ocorrências extraterrestres estranhas acontecendo em uma pequena e poeirenta cidade dos EUA parece ser algo que você nem deve levar em consideração, mas esta história estranha, na verdade, foi documentada em relatórios científicos da NASA.

“Você tem mais chance de ser atingido por um tornado, um relâmpago e um furacão tudo ao mesmo tempo do que ser atingido por um meteorito”, disse Michael Reynolds, um astrônomo da Florida State College em conversa sobre o caso Ann Hodges em 2013.

Mas a história do meteorito, identificado como Sylacauga, não para por aí, como o jornal local Decatur diário relatou em 2006.

Um agricultor de muita sorte chamado Júlio Kempis McKinney, se deparou com outro fragmento do meteorito durante a coleta de lenha alguns quilômetros de distância da casa de Ann. Ele conseguiu vender sua parte a um advogado que o comprou em nome do Smithsonian Institution, em Washington, DC.

Há também a famosa história do meteorito Nakhla, que lendas urbanas dizem ter vaporizado um cão quando caiu em 1911. Essa história tem sido contestada, mas a de Hodges, ao que parece, é um conto legítimo.

[IFLSCIENCE]

Comentários

CONTINUAR LENDO