Um antigo casal de chefes que possuía os tapetes mais antigos do mundo estão atualmente passando por sua primeira verificação médica depois de 2.200 anos. Isso claro para se lançar uma nova luz sobre suas vidas pré-históricas na Sibéria.

A família real de Altai Mountain foi enterrada sob o gelo, o que preservou seus restos por milhares de anos até que arqueólogos soviéticos escavassem o local na era Stalin.

Agora a tecnologia moderna está sendo usada para obter segredos da vida e morte dessas múmias, que acreditam-se ser de um chefe e sua esposa ou concubina.

Seus corpos mumificados foram submetidos a exames com a mais recente tecnologia médica e agora as imagens tomográficas serão estudadas por radiologistas, antropólogos, biológicos, arqueólogos e outros cientistas.

“O objetivo é estabelecer a causa da morte, reconstruir a aparência do casal, e estudar as técnicas de mumificação em mais detalhes”, de acordo com um relato.

Os restos foram mantidos no famoso Museu Hermitage em São Petersburgo desde 1949.

O casal é famoso tanto por suas elaboradas tatuagens, como também por terrem os dois tapetes mais antigos do mundo, que incluem imagens notáveis ​​da vida da antiga cultura Pazyryk na Sibéria, várias centenas de anos antes do nascimento de Cristo.

A maioria dos tesouros que estavam no túmulo do casal de 41 metros de diâmetro, foram roubados no passado.

Os arqueólogos encontraram evidências de que cannabis foram queimadas em seu funeral e dentro do túmulo quando foram despachados para a vida após a morte, e nove pessoas castrados também foram sacrificadas e colocadas junto a eles.

“A cabeça do homem, com exceção da parte de trás, foi raspada.”

“A cabeça da mulher também estava raspada, exceto no topo.”

Como parte do processo de mumificação, os cérebros do casal foram removidos por um buraco no crânio.

“Através de um corte no abdômen, das costelas em direção a virilha, os intestinos foram removidos.” de acordo com o arqueólogo soviético Sergey Rudenko.

 

 

 

 

 

 

Fonte: [DailyMail]

Comentários

CONTINUAR LENDO