“As intervenções cruciais: um trabalho ilustrado sobre os princípios e práticas cirúrgicas do século dezenove” pelo historiador médico Richard Barnett já está disponível para compra. É a leitura perfeita para qualquer pessoa interessada na história da cirurgia ou na sua arte macabra.

Leitores advertem: “[Este livro] não para os fracos de coração”, fazendo referencia ao nível de detalhes nas suas ilustrações. Que são reproduções de imagens encontradas na medicina do século 19 de Henry Wellcome.

Wellcome, um empresário farmacêutico que viveu na era vitoriana, era fascinado pelo desenvolvimento histórico da medicina em todo o mundo. Então, ele viajou para muitos lugares e recolheu artefatos para que alimentavam suas curiosidades.

Existem algumas práticas cirúrgicas que não eram mostrados em detalhes tão sangrentos, mas que evoluirão com a introdução de novas ferramentas e anestésicos.

Aqui estão algumas das ilustrações poderosas que foram incluídas no livro “Intervenções cruciais.” Confira:

1. Estas imagens não são destinadas a ridicularizar o passado, mas sim para iluminar o papel dos cirurgiões na história, com um foco na era vitoriana.

Robert Liston, um cirurgião escocês conhecido por suas amputações rápidas, é mostrado removendo a perna de um paciente. Algumas de suas amputações foram realizadas em cerca de dois minutos. Esta imagem em particular apresenta uma das primeiras operações britânicas realizadas com o uso da anestesia.

gsdg
A Wellcome Collection 2015

2. Os instrumentos cirúrgicos do século 19.

Instrumentos cirúrgicos incluíam serras, facas e tesouras, que foram utilizadas nas operações de amputação de ossos e remoção de órgãos.

dfgs
A Wellcome Collection 2015

3. Secção transversal vertical do cérebro.

Hoje, os cirurgiões bem sucedidos devem ter uma base científica forte. E devem ser especialistas em anatomia, fisiologia, patologia e farmacologia, e também devem sempre estar abertos a novas descobertas.

A exigência que nunca mudou é a destreza e a coragem, porque verão partes do corpo humano de uma maneira em que a maioria de nós nunca verá.

jdfhdf
A Wellcome Collection 2015

4. O livro apresenta cada cirurgia imaginável.

Aqui está uma imagem que descreve a cirurgia para corrigir estrabismo envolvendo a divisão do reto interno.

jfgs
A Wellcome Collection 2015

5. Um cirurgião trabalha em um paciente com câncer de língua.

O cirurgião corta a língua, remove a área afetada, e junta o órgão de volta no lugar.

dmh
A Wellcome Collection 2015

6. Esta ilustração mostra a resseção do maxilar inferior.

Esta imagem é de um livro impresso cirúrgico em 1841. A operação foi feita para prevenir doenças da boca.

efae
A Wellcome Collection 2015

7. Como cirurgiões reduziam a perda de sangue?

Como mostrado aqui, a compressão das artérias do braço e perna eram feitos com diferentes tipos de cintas, que ajudavam a reduzir a perda de sangue.

asga
A Wellcome Collection 2015

8. Uma visão geral do punho e da mão.

Esta imagem ilustra a musculatura e o fluxo sanguíneo do punho e da mão. Muitas das imagens são anatômicas.

new
A Wellcome Collection 2015

9. Veja a anatomia de uma axila.

Uma ilustração de 1848 mostra a artéria axilar, que fornece ramos de vasos sanguíneos para as axilas, tórax e membros superiores.

bsgb
A Wellcome Collection 2015

10. A cesariana era realizada quando considerada mais segura do que um parto vaginal.

zbbzsa
A Wellcome Collection 2015

11. Imagem de um tratamento para uma artéria na virilha.

Cirurgiões usando suturas e um gancho de sutura, costuravam as artérias. Aqui, eles estão comprimindo o abdômen para reduzir a perda de sangue.

qethqe
A Wellcome Collection 2015

12. Um olhar sobre as amputações parciais do pé no século 19.

Haviam diferentes tipos de amputações de dedos dos pés, todos realizados com o uso de uma faca. Antes de desenvolvimentos e padrões modernos, os pacientes eram mais propensos a morte por doenças contraídas a partir das ferramentas imundas, perda de sangue ou outros problemas.

eqrg
A Wellcome Collection 2015

Comentários

CONTINUAR LENDO