A sonda Cassini da NASA capturou algumas das imagens bem próximas dos anéis de Saturno. Com essas novas imagens reveladas, vemos em níveis de detalhes sem precedentes os enormes discos de partículas geladas que orbitam o planeta.

As novas perspectivas foram enviadas da missão “anel-pastejo”, onde a sonda está fazendo uma série de mergulhos orbitais, passando pela borda externa do sistema de anel principal de Saturno.

“Como já era esperado, tivemos as melhores imagens dos anéis de Saturno”, diz a diretora da Cassini Imaging, Carolyn Porco, do Space Science Institute, em Boulder, Colorado.

Os mergulhos de Cassini começaram em novembro do ano passado , e a sonda espacial está a meio caminho das suas 20 últimas órbitas.

Enquanto cientistas da NASA têm visto alguns dos recursos retratados aqui antes, nunca tivemos a chance de observar os anéis principais com tais imagens de alta definição.

A nave espacial se aproximou dos anéis quando chegou em Saturno há 13 anos, mas a qualidade das imagens registradas não foram tão boas, por algumas razões.

Em primeiro lugar, a sonda estava se movendo extremamente rápido em sua passagem inicial pelos anéis em 2004, então a equipe da NASA teve que optar por exposições muito rápidas para poder ajudar e minimizar o esbatimento (Atenuações de tons de um colorido, efeitos produzidos pelo emprego do claro-escuro).

Em contraste, os novos registros foram obtidos com exposições mais longas, permitindo imagens mais brilhantes e detalhadas.

Confira alguns desses registros:

O anel B externo de Saturno. Crédito: NASA / JPL-Caltech / Instituto de Ciência Espacial
O anel B externo de Saturno. Crédito: NASA / JPL-Caltech / Instituto de Ciência Espacial
O anel B externo de Saturno. Crédito: NASA / JPL-Caltech / Instituto de Ciência Espacial
O anel B externo de Saturno. Crédito: NASA / JPL-Caltech / Instituto de Ciência Espacial

Fonte: [Sciencealert]

Comentários

CONTINUAR LENDO